Recursos didáticos auxiliares (Casos para aulas)

 

 

Quando 2 + 2 = 5

Analisando a fusão Americanas e Submarino
 

 
Tópicos explorados: Fusão, Sinergia, Redução de Custos.

Adriano Leal Bruni
albruni@minhasaulas.com.br

 

Um ponto importante na avaliação de investimentos faz referência à análise das sinergias eventualmente presente em processos de fusões empresariais.  Analise o texto apresentado a seguir e responda às questões formuladas.

Americanas.Com e Submarino oficializam acordo de fusão

Por Tomodachi, em 23 de Novembro de 2006, 10:46 AM
Disponível em: <http://www.forumpcs.com.br/noticia.php?b=191350>. Acesso em: 24 jul. 2008.

As lojas virtuais Americanas.com e Submarino confirmam nesta quinta-feira, 23, a fusão entre as empresas. O negócio, avaliado em R$ 7 bilhões cria a maior loja de comércio eletrônico brasileira, com faturamento combinado de R$ 2 bilhões/ano, segundo estimativas da venda combinada dos dois sites. O acordo entre as duas companhias prevê que os sócios da Americanas.com invistam entre R$ 200 milhões e R$ 300 milhões no capital da nova empresa. A nova companhia, fruto da operação, será chamada de B2W - Companhia Global de Varejo, e terá registro de empresa aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com listagem no Novo Mercado da Bovespa.

O negócio ainda precisa ser aprovado pelos acionistas de Submarino, mas já passou pelo crivo da Lojas Americanas, controladora integral de Americanas.com.A Lojas Americanas passará a deter ações representativas de 53,25% do capital social total e votante de B2W, e os acionistas de Submarino passarão a deter, em sua totalidade, ações representativas de 46,75% do capital social total da nova empresa. É intenção da administração de ambas as sociedades que a fusão seja aprovada até o final deste ano.

Redução de custos

As empresas disseram ainda que têm expectativa de atingir sinergias significativas como resultado da criação da B2W. “A empresa combinada espera apropriar-se de sinergias com valor presente líquido de aproximadamente R$ 800 milhões”, detalha o comunicado distribuído ao mercado.

“A perspectiva de ganhos em receita baseia-se na premissa de maior oferta de produtos e serviços aos clientes atuais do Submarino e Americanas.com. Espera-se também que, com a fusão, seja possível o desenvolvimento e crescimento de receitas com serviços, tais como viagens online e venda de ingressos.”

Pelos termos do negócio, cada ação desta última será substituída por uma da B2W. Além disso, os acionistas da Submarino receberão uma distribuição extraordinária de R$ 500 milhões em dividendos. Antes da transação, a Americanas irá capitalizar sua empresa pontocom em R$ 175 milhões. “A nova companhia terá sólida capitalização e baixos níveis de alavancagem financeira (aproximadamente 1,3 x dívida líquida / EBITDA).”

O demonstrativo financeiro pro forma revela que B2W teria uma faturamento bruto de R$ 1,6 bilhão nos primeiros nove meses de 2006 (R$ 563 milhões do Submarino e R$ 1,0 bilhão da Americanas.com).

No mesmo intervalo, o Ebitda é estimado em R$ 133 milhões (R$ 40 milhões do Submarino e R$ 93 milhões da Americanas.com) e as disponibilidades, em aproximadamente R$ 100 milhões, após distribuição extraordinária de R$ 500 milhões aos acionistas do Submarino.

A nova empresa será regida por critérios específicos de governança. A Lojas Americanas, por exemplo, assinará termo por meio do qual assume um standstill, no qual é limitada, entre outros pontos, sua capacidade de adquirir ações adicionais de B2W além de níveis pré-determinados e sem a aprovação da maioria dos membros independentes do conselho de administração.

Disputa

Americanas.com e o Submarino travam há anos uma disputa em torno de quem vende mais aparelhos eletrônicos, computadores, CDs e até alimentos pela internet. As duas lojas virtuais crescem rápido, sendo que a Americanas.com é maior que qualquer outra loja do segmento de comércio eletrônico e responde por mais de um quinto do faturamento total.  Submarino e Americanas.com enfrentam, porém, uma pressão cada vez maior. Supermercados como o Extra, lojas como o Ponto Frio, e livrarias têm avançado no comércio virtual, assim como o site MercadoLivre, que reúne 10 mil pequenos comerciantes.


Fonte: Agência Estado / iBest.

 

Perguntas:

a) O que é sinergia?

b) Como a sinergia pode ser entendida com base na gestão dos custos?

c) O que move a fusão das empresas apresentadas no texto?

d) O que representa o valor presente líquido apresentado no texto? Qual a importância da sua análise?

e) De onde vem as "sinergias com valor presente líquido de aproximadamente R$ 800 milhões"?

f) O que é o EBITDA?

g) Qual a importância da análise do EBITDA em um processo de avaliação de investimentos?

h) Qual a importância da governança apresentada no texto para a criação de valor?

 

        

Comentário do autor para professores e alunos:

Os livros Avaliação de Investimentos e As Decisões de Investimentos apresentam a importância da análise dos fluxos de caixa para as decisões financeiras. Estude o conteúdo dos livros e tente entender a razão para a preocupação com o Ebitda destacada no texto.

 

           

Outros comentários para aulas de Custos e Preços:

Nos livros Gestão de Custos e Formação de Preços e A Administração de Custos, Preços e Lucros tente entender a Contabilidade Gerencial e a sua forma de analisar os gastos. Busque analisar como a busca por economias de escopo justifica a fusão das empresas.

 

Referências:

Informações complementares podem ser vistas no link:

http://www.forumpcs.com.br/noticia.php?b=191350